Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2010

Huelga General

Imagem
A folgada da Merce tricotando no parque Hoje (29 de setembro) está acontecendo na Espanha uma "paralisação geral" de todos os serviços públicos (inclusive metrô e ônibus deverão circular com capacidade reduzida) promovida por sindicatos de trabalhadores. O motivo da "greve de um dia" é um enfrentamento ao último pacote de decisões do governo para combater a crise espanhola, ou melhor, a européia. Segundo alguns colegas catalãos, os salários dos empregos públicos sofreram um decréscimo de 10%. Imagina se uma coisa desses acontece no meu Brasil de Lula, ah, mas não acontece. As ruas estão cheia de gente, pois os pedestres e ciclistas entratam em ação. Mas nada público está funcionando corretamente. A folga foi mal recebida pelo Governo, que prefere divulgar nos jornais que o dia de "huelga" não atingiu o país, o que não é tão verdade assim. Pra finalizar, essa imagem eu achei apropriada com a folga de hoje, foi tirada no parque da Ciudadela ainda dura

Noite da Merce

Imagem
Noite de fogos patrocinada por Valencia A grande festa da Mercé tem uma programação intensa. Dentre tantos programas fui para uma das noites de fogos na praia de Barceloneta, assim como no reveillon brasileiro, é um dos momentos mais apreciados por todos. Essa noite foi bem intensa, pois depois da comemoração pelo início do "ano" (aqui tudo começa depois da Mercé), ainda fui pro Show do grupo escocês que aprecio Belle & Sebastian, na antiga fábrica de cerveja "Estrela Damm", que fica bem próxima à Sagrada Família. Fachada da Fábrica da Cerveja Estrela Damm

Arco do Triunfo Catalão

Imagem
Fotografia tirada no horário do pôr do sol por aqui: 20h. Não, não é Paris. Nem parece muito. Este é o não menos imponente Arc de Triomf, monumento construído para a Exposição Universal de 1888.  É um marco construído no início do Passeig de Sant Joan, uma importante via de Barcelona. É também um dos principais acessos ao Parc da Ciudadela, pela estação de metrô "Arc de Triomf". Muitos pedestres, ciclistas, patinadores e skatistas passam por ali, logo, muitos artistas de rua se apresentam por lá também. Muito comum por lá neste dia foram os mamulengos, como na foto abaixo. Saindo do parque e curtindo um show de Jazz ao vivo.

Castellers

Imagem
Dois castelos foram montados ao mesmo tempo, cronometrados. Um dos momentos mais importantes da Festa da Mercé é a apresentação dos Castellers de Barcelona. Os grupos são formados por homens, mulheres e crianças que saem das suas comunidades (depois de anos de treino) para se apresentarem nas principais praças da cidade. Durante a Mercé participei de dois belos momentos na Praça Jaume I, em frente a Prefeitura da cidade. O primeiro, onde dois castelos humanos eram montados ao mesmo tempo, e o segundo quando foram montados castelos mais altos, com até 9 andares de pessoas! Detalhe para a faixa do movimento de independência da Catalunya: "Barcelona Decide" No domingo, enquanto os Castellers eram montados, foi estendida uma faixa sobre o movimento de independência da Região da Catalunya, que ainda é vinculada econômica e politicamente a Madrid apesar de ter governo próprio. O curioso é como isso reflete de forma muito vibrante no barcelonês, por ser muito barrista, f

Crianças no Parque da Ciudadela

Imagem
Muitos cenários chamam a atenção no Parque da Ciudadela. Entre tantos, gostei das crianças subindo nessa árvore toda esgalhada, uma brincadeira bem tradicional um pouco esquecida hoje em dia.

Parque da Ciudadela

Imagem
Banda intinerante na mini roda gigante Hoje fui conhecer o belo Parque da Ciudadela. Situa-se próximo à Estação de Metrô "Arc de Thiomphe" e com 20 minutos de caminhada a partir da Praça da Catalunya também se chega ao parque, que é programa certo do povo catalão nos feriados e domingos. A diversão de hoje foi uma banda que tocava uma balajazz e circulava por todo parque, movidos por dois pedalantes e três instrumentistas. Era o verdadeiro "trio não elétrico" marcando as festividades da Merce.

La pedrera

Imagem
La Pedrera cercada de muitos turistas tirando fotos Caminhar no Passeio de Grácia antes da bolsa sair é um bom programa. Um bom programa de tortura. O verdadeiro passeio socrático. Não preciso disso, nem disso, só disso e um pouco daquilo (essa é a hora boa de não ter saído com dinheiro). Como não comprei nada, revolvi tirar uma foto das pessoas nos banquinhos que cercam as árvores e da famosa La Pedrera, de Gaudi. Banquinho-canterio que tem em várias esquinas

Fuentes

Imagem
Esculturas tomando banho de sol na Praça da Catalunya Caminhar pela Praça da Catalunya é cruzar com 5 continentes em 5 passos. Estações de metrô, ônibus do aeroporto chegando, taxistas disputando corridas, ciclistas do bicing, ônibus turísticos saindo a cada 15 minutos, pedestres, eu tirando fotos e muitos pombos... Pra esquecer essa muvuca, eu foquei apenas nas esculturas paradinhas e na água em movimento das fontes da famosa Praça da Catalunya, que é um verdadeiro nó (de tudo) na cidade de Barcelona. Escultura fazendo bolinhas de sabão...rs...

A pé

Imagem
No dia mundial sem carro, vamos reaprender a caminhar...1, 2, 3...

Cidade: a força de romper barreiras

Imagem
Vista a partir do Museu Nacional de Arte da Catalunha. No final da perspectiva está a Praça da Espanha. Anteontem li um livro sobre as transformações urbanísticas de Barcelona. Nele, achei um belo texto sobre a força que as cidades têm de ser o meio de todos e de todas, esse "meio de vida" como já dizia Milton Santos onde os diferentes se encontram, compartilham e trocam. Assim, como esse tema me interessa, não pude deixar de registrar aqui e postar um trecho que diz muito sobre todas as "barcelonas" que existem por ai. Há uma centena de cidades no mundo que poderiam se chamar Barcelona. Há uma cadeira, projetada por Mies Van Der Rohe, que se chama Barcelona. Há um modelo de estação de metrô que se chama Barcelona. Le Corbusier desenhou e pintou Barcelona. George Orwell vestiu-se de miliciano em Barcelona e deixou escrito sua “Homenage to Catalonia”. Karl Marx narrou a militância do povo catalão e o seu caráter industrial. O francês Pieyre de Mandia

Pedralbes

Imagem
Pedralbes tem ruas limpas (mais limpas que em outros trechos da cidade), tem alguns edifícios com tijolinhos ingleses, é um distrito / bairro que possui grandes centros médicos, empresariais, campi universitários e muitos edifícios residenciais de luxo.

Pisos e Apartamentos

Imagem
Pedralbes é um bairro de classe média alta e classe alta altíssima, onde moram os jogadores do Barça, a filha do rei, esse povinho humilde... Alguns edifícios tem planta regular e tem pilotis, que lembram a arquitetura do Plano Piloto (Brasília), mas aqui eles chegam a 10 pavimentos.

Portal em Pedralbes

Imagem
Este portão em forma de Dragão é uma das esculturas de Gaudi. O portal marca uma entrada que fica próxima ao Palau Reial (Museu da Cerâmica) no distrito de Pedralbes que é o mesmo distrito da Universidade.

Igreja em Grácia

Imagem
No domingo também foi dia de missa, na Catedral da Creu Coberta, em Grácia. Os horários no domingo são: 12h em catalão e 13h em castellano. Esse horário é muito digno, antes do almoço, e é um programa de muitos moradores de Grácia. Pra chegar lá vou de linha verde, descendo na estação mais próxima (Fontana). A igreja é simples, como os tijolos da fachada podem mostrar, mas também tem belos vitrais e afrescos no teto. Na pracinha em frente (e em outras pracinhas de Grácia) tem vários bares, cafés, sorveterias onde todos já ficam logo depois da missa tomando copas e comendo tapas. Alguns nem entram...

Desayuno

Imagem
Acordei tarde no último domingo pois ainda não me acostumei com o fuso (essa desculpa é ótima) e fiz um café bem rápido, em casa mesmo. Menu: chá gelado (mate com limão) + Kiwi doce comprado na Fruteria Carme Miranda (na minha quadra) + baguete (comprada na panaderia dos brasileiros) com um creme de camembert muito bom que achei no supermercado... Ai tirei essas foto do café (desayuno) que mostra uma parte da minha bancada...

Pirâmide lúdica

Imagem
Esse elemento meio que escultórico de uma simplicidade tupi tem em vários pontos de Barcelona. A idéia é singela: um cabo de nylon entrançado e armado com um tronco central metálico. Dá pra perceber que as crianças precisam de muito pouco para serem felizes... toda pirâmide de nylon que vi por aqui estava cheia de crianças como se fosse o melhor brinquedo do mundo! E estou certo de que não é o mais caro.

Torres da praia

Imagem
No outro ponto da praia está a Vila Olímpica. Depois de 30 minutos de caminhada foi possível ver de perto essas torres que marcam esta paisagem urbana da cidade. Os edifícios foram construídos no contexto das Olimpíadas de Barcelona de 1992. Gosto dessa arquitetura simplificada de planta quadrada. Um dos edifícios tem a estrutura metálica aparente, o que dá identidade pro volume, enquanto o outro tem protetores solares horizontais (brises) que se repetem idênticos em todos os andares (eles não estudaram a carta solar!) rs...

Barceloneta

Imagem
O programa de hoje a tarde foi uma longa caminhada na praia de Barceloneta às 19h com um sol das 17h... Esta praia fica no centro de Barcelona e está a 25 minutos de casa (metrô linha Amarela + linha vermelha). De tudo acontece por aqui, mas o forte mesmo é apreciar a paisagem, andar de patins, bicicleta ou a pé como eu fiz.

Diagonal

Imagem
Hoje foi mais um dia de burocracias na UPC, desci na última estação de metrô da linha verde: Estação Zona Universitária (que cruza os campi norte e campi sul da UPC). Assim que sai do subsolo, estava na famosa Avenida Diagonal, muitos estudantes, muito trânsito.

UPC hoje de manhã

Imagem
Hoje fui resolver mais uma burocracia e precisei ir na UPC. Este edifício é um bloco administrativo que marca o campus Norte. O que mais gosto, na verdade, é o acesso. Que é marcado por esses bancos-talude de aço. Nele o que marca são os brises e o jogo de esquadrias. Ah! O campus está vazio porque as aulas só iniciam semana que vem...

Pais pedestres em Congrés

Imagem
Hoje fui visitar uma colega que mora no distrito de Congrés, que fica a 30 minutos de metrô da minha casa. De repente, achei muito curioso o acúmulo de gente na rua... Não era nada, apenas os pais que foram buscar os filhos na escola. Situação rara em Teresina ou Brasília, por exemplo, quando os pais chegam quase sempre de carro e só buzinam pros filhos... Hoje, esses "pais pedestres" me chamaram a atenção.

Parque Joan Miró

Imagem
O parque tem uma área enorme para contemplação que reune terra, água e árvores. Muitos bancos. Muito chão. Muito cachorro correndo (passei longe deles). Tem alguns espelhos d'água muito interessantes, uma biblioteca pública, playground e quadra de esporte. Ah! E rede wifi gratuita. Espelho d'água separa biblioteca da área livre do parque O parque (Parc) fica bem próximo do edifício que mostrei ontem (Arenas de Barcelona) como pode ser observado na fotografia mais abaixo. Obelisco do Parc Joan Miró e, ao fundo, Arenas de Barcelona

Joan Miró

Imagem
Hoje tive outra descoberta feliz. Perto de casa (5 minutos a pé) tem o belo parque Joan Miró, onde se situa a biblioteca pública do meu bairro. Vou postar algumas fotos que tirei do parque pois tem paisagens belas além do famoso obelisco. Incrível como basta virar a rua e já é outro cenário bem distinto, que se mistura e mostra outro skyline.

Saco vazio não segura em pé

Imagem
Como o supermercado aqui é barato e comer fora é caro e hoje é segunda feira, resolvi me aventurar na cozinha e preparar uns camarões + salada mista + batatinhas pra fechar o prato. A salada estava pronta, ai só refoguei os camarões no tomate e inventei de usar uma pimenta calabresa inteira: resultou num prato baiano, muito delicioso! E saiu tudo por menos de 5 euros.

Olá!

Estou inaugurando este espaço virtual como mais uma forma de contato com a família, amigos e colegas que ficaram em Brasília, no Piauí e em outros cantos do meu país.  A ideia central aqui é registrar a minha experiência de doutorado sanduíche na Universidade Politécnica da Catalunya, em Barcelona, que se iniciou neste mês de setembro, para compartilhar com vocês um pouco de tudo o que se passa. Não tenho a pretensão de criar aqui um fórum de debates sobre arquitetura e urbanismo, mas como um lugar onde poderei falar do dia a dia, de cidade, de arquitetura e sobre o ambiente urbano. Assim, vocês vão se familiarizando um pouco com a Barcelona que estarei vivenciando...

La fuente da Praça

Imagem
Gran Via e La Fuente da Praça da Espanha Outro marco da Praça da Espanha são as esculturas que marcam o início das fontes, que se centralizam no espaço e marca o início da Gran Via. Quando uso o metrô (linha 1) - que passa pelo subsolo da Gran Via, posso descer também na Estação Rocafort - que fica ainda mais perto de casa.

Pontos de referência

Imagem
Arenas de Barcelona. Praça da Espanha. Um ponto de referência bem interessante do meu apartamento aqui em Barcelona é a praça da Espanha. Um grande marco no traçado da cidade é também um nó para o tráfego de muitos carros, ônibus e bicicletas no térreo, e duas linhas de metrô que se cruzam no subsolo do subterrâneo...rs. A minha estação nesta praça é a Espanha, linha 1 (vermelha). Em frente a praça da Espanha, está este particular edifício (Arenas de Barcelona) que está em reforma, alterando o seu antigo uso pois como todos já sabem, as touradas foram proibidas na região da Catalunya.