Simulação Computacional: uma proposta de método de trabalho

A missão de reabilitar as nossas cidades, tornando-as cada vez mais saudáveis e sustentáveis pede uma postura urgente dos atores urbanos, sejam eles gestores públicos, arquitetos, urbanistas ou cidadãos comuns. Essa necessidade de re-construir, re-fazer e re-pensar a cidade sugere a adoção de práticas inovadoras que qualifiquem o espaço urbano para as gerações presentes e futuras. 

Neste sentido, faz-se necessária a busca por instrumentos que auxiliem, na prática, a tomada de decisões no processo de reabilitação de áreas urbanas, à luz dos conceitos de sustentabilidade ambiental, social e econômica que vislumbrem um espaço verdadeiramente apto para as práticas sociais, mais aprazível e democrático. Neste sentido, a disciplina intitulada "TECNOLOGIAS AMBIENTAIS: Uso de simulação computacional na reabilitação sustentável" apresenta critérios mensuráveis por ferramentas computacionais disponíveis no rol das tecnologias ambientais, tanto na escala arquitetônica quanto na escala urbana, como, por exemplo: o DesignBuilder - para análises do edifício - e o ENVI-met - para análises urbanas.

A disciplina apresenta a simulação como um método de trabalho e é oferecida regularmente como décimo módulo do curso de pós-graduação lato sensu - REABILITA - da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Brasília. O curso está em sua sétima edição e ocorre por meio de ferramentas de educação a distância (EaD) e terá encontro presencial nos dias 14 a 16 de Maio de 2015. Mais informações, acesse: www.lasusunb.com.


Simulação da temperatura do ar do ambiente urbano com o Software ENVI-met
Simulação da velocidade do vento utilizando o software ENVI-met

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

II Colóquio de Pesquisas com Simulação Computacional no Ambiente Construído

Novos cursos de Simulação: ENVI-met e DesignBuilder

Reflexões sobre o bioma Cerrado